DETRAN-CE PASSA A OFERECER EMPLACAMENTO E TRANSFERÊNCIA VIA INTERNET

 

O serviço pode ser acessado mediante nota fiscal eletrônica de compra, com preenchimento do número do chassi do veículo

O Detran passou a ofertar o processo do primeiro emplacamento e transferência de veículo pela página do órgão na internet. O serviço pode ser acessado mediante nota fiscal eletrônica de compra. Os usuários devem preencher o número do chassi do veículo, registrado na nota fiscal (o procedimento não pode ser realizado sem que tenha sido emitida nota fiscal eletrônica).

Na Central de Serviços, o cidadão clica em Veículos e acessa o emplacamento de veículo novo (zero km), optando por uma entre as duas categorias: particular e aluguel. Depois, o usuário deve digitar o número do chassi para que todos os dados do veículo apareçam. Serão mostradas as duas categorias do lado esquerdo da tela (particular e aluguel).

O sistema apresenta 10 opções de numeração de placa. A numeração específica de uma placa pode ser feita com o pagamento de uma taxa de R$ 265,98. Com a confirmação, são relacionados os itens dos serviços com seus respectivos valores e somatório.

A etapa seguinte é a impressão dos seguintes documentos: 1-número do protocolo de atendimento; autorização para confecção da placa e tarjeta: extrato de pagamento das taxas dos serviços do Detran e extrato de pagamento da taxa do seguro DPVAT.

O proprietário deve aguardar que os pagamentos quitados sejam registrados no sistema. O processo pode ser acompanhado pela página do Detran, na opção VEÍCULO. No item DETALHAMENTO, haverá uma indicação verde para os itens já finalizados e uma indicação na cor preta para os que ainda não foram finalizados. Com a indicação verde para todos os procedimentos, o proprietário poderá se dirigir a uma unidade do Detran para, presencialmente, levando original e cópia simples da Identidade, CPF e comprovante de endereço, fazer a conclusão do processo, com os três últimos itens: vistoria, recebimento do documento de licenciamento e registro (CRLV e CRV), e fixação das placas e selagem da placa traseira.

Transferência

Apenas proprietários de veículos registrados em qualquer um dos 184 municípios cearenses podem usar a página do Detran na Internet para fazer transferência de veículos. Segundo o Detran, deve existir a comunicação eletrônica de venda ativa no cartório, também chamado de DUT eletrônico, sem solicitação de mudança de suas características e sem necessidade de ser feita a inspeção do Sistema Nacional de Identificação Automática de Veículos (Sinav).

Fonte: O Povo

Anúncios

O Olhar do Observatório sobre uma GESTÃO DIFERENTE para TAUÁ

Elegemos a MUDANÇA e precisamos nos comprometer com ela. 10 diretrizes, sob a nossa ótica, contemplariam um PLANO ESTRATÉGICO a ser desenvolvido em respeito à VONTADE DO ELEITOR:

  1. Tolerância Zero à Corrupção;
  2. Transparência Total das Contas Públicas e dos Atos Praticados;
  3. Formação de uma Equipe baseada na Meritocracia e na Valorização dos Aliados;
  4. Gestão com Foco nas Pessoas – Prioridade na Melhoria da Qualidade de Vida;
  5. Prefeito como Maior Responsável pelas Ações, mas, com uma Gestão Participativa e direcionada a Todos;
  6. Viabilizar o Cumprimento de todas as Promessas de Campanha durante o mandato;
  7. Publicar Relatório de Trabalhos Desenvolvidos pela Equipe de Transição;
  8. Realização de uma Auditoria Profunda em Contratos de Prestação de Serviços/Obras e Aquisição de Bens, dos últimos 04 anos;
  9. Dar amplo Conhecimento à Sociedade das apurações (08) e levar aos Órgãos de Controle Social o resultado, cobrando as devidas providências;
  10. Harmonizar e Dinamizar as Relações com Representantes das Forças Aliadas no Estado e União, dentro dos mesmos Princípios de Lealdade e Respeito.

O espaço aqui não permite um detalhamento melhor.

Anderson Mota.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

 

Amigos e amigas do Observatório,

A missão de fazer um jornalismo investigativo e responsável tem nos levado a um exaustivo trabalho diante do volume extraordinário de corrupção instalado na gestão municipal de Tauá.

O quadro eleitoral tem agravado essa ousadia do Poder Municipal em usar e abusar do poder político e econômico para os mais diversos fins. Podemos adiantar 02 linhas de investigação que tem mostrado ESCÂNDALOS NOVOS em dimensões inimagináveis, tais como o de SERVIDORES FANTASMAS e PROPRIETÁRIOS RURAIS FICTÍCIOS SENDO BENEFICIADOS (??!!) com o dinheiro público.

Não vamos nos delongar em outros pontos já denunciados e representados aos Órgãos de Controle Social porque respeitamos as Instituições e aguardamos com serenidade o desenrolar de tudo isso.

Continuaremos firmes nos nossos bons propósitos de dar conhecimento à sociedade de todas essas falcatruas perpetradas contra um povo já sofrido e castigado pelas intempéries da natureza.

Sem nenhuma contestação a esse espantoso e crescente volume de ilegalidades, a única reação de quem se encontra no poder foi mais uma vez se utilizar de pessoas desqualificadas para promover a calúnia e a difamação.

Em respeito aos nossos leitores e leitoras, informamos que estamos tomando providências junto ao poder judiciário no sentido de cobrar desses elementos mal formados a devida reparação dos danos causados.

Anderson Mota

Editor e Redator do Observatório dos Inhamuns.

Prefeitura de Tauá cita beneficiários de Programa Água é Vida

Conheça alguns dos agricultores familiares (???) atendidos com açudecos e cacimbas na atual gestão, de acordo com informação da Prefeitura de Tauá:

-Eufrásio Oliveira Pinheiro Júnior – 03 melhoramentos nas Fazendas Riacho dos Cavalos e Cacimba de Fogo, no distrito de Marrecas. Eufrásio Júnior reside em Marruás.

-Francisco Alipio Cavalcante, em sua propriedade Algodões, em Marruás. Alípio é representante da Coligação da Prefeita e candidata, Patrícia Pequeno.

-Rui Flávio Cavalcante Oliveira, em suas propriedades Tavares/Marruás e São João/Trici. Rui Flávio reside em Vera Cruz (Inhamuns) e é cabo eleitoral da candidata Patrícia Pequeno.

-Abraão Scarcela de Carvalho, em suas fazendas Piau (Trici) e Missão Marrecas. De nosso conhecimento, Abraão (ou seu homônimo) foi um respeitado Senhor que residiu em Vera Cruz (Inhmauns) e deixou uma ilustre descendência.

-Chicute, em sua propriedade em Marruás. Trata-se de um conhecido motorista profissional ou seria algum homônimo?

-Fúlvio Cavalcante Fernandes Teixeira, em suas propriedades Chachoeirinha dos Buegas (Marruás) e Catingueira (Marrecas).

A lista de nomes é extensa e esses são alguns dos primeiros relacionados.

 

EMPATE TECNICO NAS ELEIÇÕES DE TAUÁ

Carlos Windson e Patrícia Pequeno estão separados por menos de 4 pontos percentuais, conforme pesquisa encomendada pela Coligação Juntos Construímos Mais.

Este seria o motivo real para que não tenham registrado no TSE e publicado… os números chegaram ao nosso conhecimento através de uma fonte umbilicalmente ligada a atual prefeita e candidata à reeleição.

Em 15.09.12, o Ibope mostrou Carlos Windson com 15% e Patrícia com 68%. Nas urnas, a oposição cravou 40% e Patrícia 60%.

Analistas políticos acreditam que o quadro já seja favorável a Carlos Windson considerando que os dados foram colhidos ao início deste mês e a sua candidatura mostrar uma curva ascendente na preferência do eleitor.

GREVE DOS BANCÁRIOS ENTRA NO 3° DIA; MAIS DE 7 MIL AGÊNCIAS ESTÃO FECHADAS

Categoria rejeitou proposta de reajuste salarial de 6,5% da Fenaban. Sindicatos pedem reposição da inflação mais 5% de aumento real.

 

A greve dos bancários entrou no terceiro dia. A paralisação, que começou na terça-feira (6) é por tempo indeterminado. No primeiro dia, segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), tiveram as atividades paralisadas 7.359 agências, centros administrativos, centrais de atendimento (CABB) e serviços de atendimento ao cliente (SAC).

De acordo com o Banco Central, o país tem 22.676 agências bancárias (dado de julho).

A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) não divulgou balanço de agências fechadas no primeiro dia de greve e afirmou apenas que a população tem à sua disposição uma série de canais alternativos para realizar transações financeiras.

Segundo a Contraf, uma nova rodada de negociações com os bancos foi marcada para sexta-feira (9), a partir das 11h, em São Paulo.

Até a última atualização desta reportagem, pelo menos 25 estados e o Distrito Federal tinham agências fechadas.

Reivindicações
A categoria rejeitou a proposta da Fenaban de reajuste de 6,5%  sobre os salários, a PLR e os auxílios refeição, alimentação, creche, e abono de R$ 3 mil. Os sindicatos alegam que a oferta ficou abaixo da inflação projetada em 9,57% para agosto deste ano e representa perdas de 2,8% para o bolso de cada bancário.

Os bancários querem reposição da inflação do período mais 5% de aumento real, valorização do piso salarial, no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (R$ 3.940,24 em junho), PLR de três salários mais R$ 8.317,90, além de outras reivindicações, como melhores condições de trabalho.

Segundo a Fenaban, a proposta representa um aumento, na remuneração, de 15% para os empregados com salário de R$ 2,7 mil, por exemplo. Para quem ganha R$ 4 mil, o aumento de remuneração seria de 12,3%; e, para salários de R$ 5 mil, equivaleria a 11,1%. O piso salarial para a função de caixa, com o reajuste, passaria a R$ 2.842,96, por jornada de 6 horas/dia.

“É importante ressaltar que as soluções encontradas na mesa de negociação variam conforme a conjuntura econômica e que a proposta apresentada neste ano responde a condições específicas pela qual passa a economia brasileira”, diz a entidade.

Atendimento
Em nota, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) lembra que os clientes podem usar os caixas eletrônicos para agendamento e pagamento de contas (desde que não vencidas), saques, depósitos, emissão de folhas de cheques, transferências e saques de benefícios sociais.

Nos correspondentes bancários (postos dos Correios, casas lotéricas e supermercados), é possível também pagar contas e faturas de concessionárias de serviços públicos, sacar dinheiro e benefícios e fazer depósitos, entre outros serviços.

Greve passada
A última paralisação dos bancários ocorreu em outubro do ano passado e teve duração de 21 dias, com agências de bancos públicos e privados fechadas em 24 estados e do Distrito Federal. Na ocasião, a Fenaban propôs reajuste de 10%, em resposta à reivindicação de 16% da categoria.

Fonte: G1.